Vidas sem Rumo: The Outsiders – S.E. Hinton | The Outsiders (1983) – F.F. Coppola


É difícil falar sobre algo que você gostou na infância ou adolescência porque seu julgamento pode ser manipulado pela nostalgia. Ainda assim, lendo o livro da Susan E. Hinton e revendo o filme do Coppola posso perceber que The Outsiders (Vidas Sem Rumo) é uma história bonita para jovens, na qual qualquer adolescente pode encontrar seu retrato de alguma forma. Até porque a autora o escreveu com apenas 16 anos, o que dá mais autenticidade aos sentimentos dos personagens e às situações que eles enfrentam. Apesar de ter visto o filme algumas vezes no passado, só soube da existência do livro recentemente, pela Raquel.

O narrador é Ponyboy Curtis, um menino de 14 anos que perdeu os pais e que mora com seus dois irmãos mais velhos, Sodapop e Darren. Seu melhor amigo Johnny e outros amigos do bairro (Two-Bit, Steve e Dallas) são greasers, que é o termo que define os garotos pobres, marginais. Todos eles vivem em eterno duelo com os socials, que são os garotos ricos, até que uma morte acontece e a vida dos dois grupos começa a mudar para sempre.

A história, que se passa no final da década de 60, mostra uma visão bem pessimista em relação ao destino dos greasers; a falta de estrutura familiar fatalmente conduz os meninos a um destino traçado de violência, morte, prisão ou, na melhor das hipóteses, trabalho pesado. Como um social chega a comentar, os greasers podem ganhar todas as brigas, mas no final eles serão sempre os perdedores, porque continuarão por baixo na vida. A salvação de Pony, além do amor de seus irmãos, é seu interesse por coisas como a arte e o pôr-do-sol. Numa cena com Johnny ele até cita um poema que resume o processo em que eles estão passando de perder a inocência e ter que entrar rapidamente para a maturidade: “Nothing gold can stay”.

Da versão de 2005 – com cenas adicionadas pelo diretor – não há quase diferenças em relação ao livro. Só consigo lembrar o fato de que no filme não aparecem as garotas greasers, mas elas também não têm muita importância no livro. Apesar de ter sido escrito por uma menina, The Outsiders é realmente sobre meninos. Ainda que com atuações bem verdes, o filme virou cult por causa dos atores e do que eles se tornaram depois, mas a história tem sua força e acredito que deva funcionar ainda hoje para aqueles que ainda estão em sua fase dourada.

__
Livros relacionados:

Anúncios

11 comentários sobre “Vidas sem Rumo: The Outsiders – S.E. Hinton | The Outsiders (1983) – F.F. Coppola

  1. Oi Lua!
    Apesar da minha época dourada já ter passado ;~, eu gosto muito de livros mais voltados para adolescência, principalmente quando fogem do óbvio. Fiquei curiosa com o livro e o filme, não conhecia, vou procurar!
    Bjuu e boa semana…

    1. Oi, Cah! Se você puder, sugiro que leia no original pois a linguagem é bem simples. Eu li a tradução porque estava baratinha (19 reais) e eu queria uma leitura rápida. Quanto ao filme, procura a versão extendida! Beijinhos!!!

  2. Acredita que nunca vi esse filme? Agora que sei que tem o livro então… vou ter que ler primeiro. Eu tenho o outro livro dessa escritora: O selvagem da motocicleta, mas ainda não li. Vou ver se consigo encaixar o livro entre os vários que pretendo ler para desafios literários.
    Bjo

    1. O Selvagem está aqui na minha pilha para ler, mas deve ser um dos próximos, estou querendo rever o filme. =)
      Beijinho, Michelle!

  3. Lua, que bacana que você leu o livro. Comecei o Selvagem da Motocicleta e acabei largando porque me apaixonei loucamente por um livro novo! Horrível, seu sei, Mas vou ver se consigo ler os dois livrinhos ainda esse mês. Aí volto pra falar o que achei!
    Amei o post =)
    Um beijo graaaaaaaaaande.

    1. Raquel, já li o Selvagem, vou ver se escrevo sobre ele esses dias, não resisti a ler os dois porque são curtinhos, rs. Estou com saudade dos seus vídeos! Beijos!

  4. Oi meninas já procurei tanto o filme e o livro mas não encontro alguem sabe onde vende?
    O livro the outsider eu já li umas três vezes e realmente é muito bom, mas como não era meu e não tenho mas contato com a dona não sei mais onde achá-lo 😦 se alguém souber
    me dá um toque por favor…bj galera.

  5. O livro é incrível, um dos meus favoritos, sem dúvida. A escrita é super fluida, os personagens são muito reais, assim como as situações que ocorrem e te fazem pensar. Tudo isso junto de um espiral de emoções. Eu ainda não vi o filme, mas pretendo ver, assim como a série.

Deixe um comentário e eu responderei aqui mesmo. Obrigada pela visita!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s