Kontroll (2003) – Nimród Antal

Numa estação de metrô em Budapeste muitas pessoas estão sendo encontradas mortas nos trilhos. Uma figura sombria parece ser responsável pelas mortes, mas os administradores da estação imaginam que são apenas suicídios. As equipes responsáveis pelo controle de bilhetes são acionadas para ficarem atentas no caso de alguém parecer suicida. Bulcsú e mais 4 colegas formam uma das equipes e agora, além de tentar impedir que as pessoas viajem sem pagar, têm que observar qualquer coisa suspeita.

Esse filme consegue misturar muito bem comédia, drama, ação, suspense e até romance. Cada personagem é algo à parte, até mesmo os inúmeros passageiros com quem eles lidam sempre trazem alguma situação engraçada ou inusitada. Sem falar da própria equipe de Bulcsú, cada um mais peculiar que o outro. Ele mesmo tem suas particularidades e, apesar de parecer o mais normal de todos, parece ter algum problema com seu passado, já que nunca sai da estação, nem mesmo pra dormir.

Cada cena tem a fotografia bem cuidada, a estética do subterrâneo serve ao filme em vários níveis e as atuações são ótimas. Não posso esquecer de mencionar a trilha sonora, que é muito boa! Uma ótima opção para desintoxicar um pouco da mesmice do cinema americano.

Trailer:

Anúncios

2 comentários sobre “Kontroll (2003) – Nimród Antal

Deixe um comentário e eu responderei aqui mesmo. Obrigada pela visita!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s